Mitologia Grega
.Cronos - o deus antigo cujo nome significa Tempo. Conta a mitologia que Urano, o Céu, e Gaia, a Terra, se uniram e produziram a primeira raça - os Titãs, os deuses da terra, dos quais Cronos era o mais novo. Contudo, Urano tinha horror à prole, pois considerava todos os filhos feios e imperfeitos por terem sido feitos de carne. Por esse motivo, encerrou-os nas profundezas das trevas para que não ofendessem seus olhos. Gaia, enfurecida, começou a engendrar uma vingança contra o marido. Arrancou do seio uma pedra áspera, modelando-a numa foice afiada e deu-a ao astuto Cronos para ajudá-la. Certa noite, Urano voltou para a mulher como sempre fazia e adormeceu. Cronos, que junto com a mãe o vigiava, armou-se da foice, cortou seus testículos e atirou-os no mar. Em seguida, libertou os irmãos e expulsou o pai, tornando-se o soberano da terra. sob o seu longo e paciente reinado, a obra da criação se completou e esse período ficou conhecido como a Era de Ouro, dado a abundância e a fartura que Cronos presidia. Como deus do Tempo, governou a passagem ordenada das estações, do nascimento e do crescimento seguidos pela morte, pela gestação e pelo renascimento. Foi adorado tanto como o grande ceifeiro que estabelecia os limites onde nem o homem nem a natureza podiam penetrar, como também o deus da fertilidade. Contudo, Cronos não conseguia aceitar as leis que ele próprio havia estabelecido, pois quando lhe foi dito que seria destronado o pai, Urano, começou a engolir os filhos assim que nasciam para preservar o seu reinado a despeito das profecias.

menu de titãs

Cronos
Oceano
Réia
Témis
Tétis