Mitologia Grega
.Deucalião - filho de Prometeu, a quem os deuses resolveram poupar, com sua mulher Pirra, filha de Epimeteu e Pandora. Deucalião construiu uma arca, e levou para dentro dela Pirra. A arca flutuou durante nove dias e nove noites e, finalmente, chegou ao monte Parnaso. Tendo Posseidon ordenado aos Tritões ressoar suas conchas para que as vagas regressassem ao mar, começou a terra a aparecer lentamente, parecendo elevar-se à medida que as águas baixavam. Quando Deucalião percebeu que estava totalmente deserta, pôs-se a chorar, dizendo a Pirra: “Ó minha irmã, ó minha esposa! Tu és a única mulher que se salvou; o sangue e o casamento nos uniram outrora; hoje nossas desventuras comuns mais ainda devem nos unir. Onde quer que o Sol atire seus olhares, só a nós dois é que se vê sobre a terra; o resto está sepultado para sempre nas águas!” Decididos a implorar o socorro dos céus e a consultar seus oráculos, rumaram para o templo de Têmis, cujo teto viram coberto de musgo lamacento e fétido; os altares não tinham fogo. Prostraram-se diante dos degraus do templo, e perguntaram à deusa como poderiam renovar o gênero humano. Uma voz saída do santuário lhes respondeu: “Saí do templo, velai os rostos, alargai os cintos e atirai para trás os ossos de vossa avó!” Após a singular resposta do oráculo, Pirra, desatando a chorar, suplicou à deusa que lhe perdoasse, se ela não obedecia; mas era incapaz de perturbar os manes da sua avó, atirando-lhe daquela maneira os ossos. No entanto, Deucalião explicou à mulher que a avó comum a ambos era a terra, e que os ossos deveriam ser simplesmente pedras. Então, os dois esposos fizeram cumpriram o que foi mandado, e as pedras imediatamente começaram a amolecer e a assumir forma humana, tanto que, ao cabo de pouco tempo, as pedras lançadas por Deucalião se tornavam homens, e as lançadas por Pirra, mulheres. Assim, voltou a povoar-se a terra. Mas Deucalião e Pirra também tiveram um filho natural, Heleno, pai de todos os gregos helenos. O filho de Heleno foi Éolo, que reinou na Tessália. O que ambos não sabiam é que mais pessoas tinham escapado do dilúvio; foram induzidos a refugiar-se nas montanhas. O uivar dos lobos conduziu o povo de Licórea à montanha dos lobos e os gritos dos grous dirigiam os megáricos à montanha dos grous, Geranéia.

menu de Deuses

Adonis
Afrodite
Anteros
Apolo
Ares
Aristeu
Artémis
As Moiras
Asclépio
Atena
Atlas
Deméter
Deucalião
Dionísio
Eolo
Erínias
Géa
Gorgonas
Graças
Hades
Hebe
Hefaestos
Hélios
Hemafrodito
Hera
Hermes
Héstia
Himeneu
Hípnos
Íris
Medusa 
Nêmesis

Nikê
Nix
Orfeu
Pan
Pandora
Perséfone
Poseidon
Priapo
Prometeu
Proteu
Psique
Selene
Sereias
Tânatos
Urano
Zeus