Inicial
Família
Infância
Estrada de Ferro
Viagem a Paris
Aerite
O Brasil
Invenções
14 Bis
Demoiselle
Cronologia
Fotos
Curiosidades
Morte

 

Cronologia

1873

JUL, 20. - Nasce Alberto Santos Dumont, no lugar denominado Cabangu, no distrito de João Aires. mudando depois para Palmira, Minas Gerais.

- Filho do Engenheiro Henrique Dumont e de D. Francisca de Paula Santos, foi o sexto filho de uma série de oito; seus irmãos foram:

- Henrique (15 de agosto 1857) Maria Rosalina (13 de fevereiro 1960) Virgínia (20 de dezembro de 1866) Luiz (16 de maio 1869) e Gabriela (26 de marco 1871) Sophia (2 de maio 1875) e Francisca (28 de marco 1877).

1874/79

- Vai morar com a família em Casal, fazenda de café do avô materno, que o pai administra, e que fica perto de Valença, estado do Rio de Janeiro, onde nasceram suas irmãs Sophia e Francisca.

1877

- FEV, 20. - Batizado de Alberto Santos Dumont na Paróquia de Santa Teresa, na cidade de Valença, distrito de Rio das Flores, no Estado do Rio de Janeiro; foram padrinhos o seu tio materno José Augusto de Paula Santos e Dna. Maria Eugênia Pinto Coelho da Rocha.

1879

- Henrique Dumont, com a herança herdada do sogro comprou a fazenda Arindeúva, na região de Ribeirão Preto, no Estado de São Paulo, e logo depois buscou a família e bens, dentre os bens 80 escravos e 300 contos em dinheiro. Em um ano plantou 500.000 mudas de café e ao vender a propriedade 10 anos depois possuía 5.000.000 de cafeeiros.

1883/85

- Realiza seus primeiros estudos no Colégio Culto à Ciência, em Campinas, SP

1888

- Vê, pela primeira vez, um balão cativo na capital de São Paulo. em uma exposição de equipamentos aeronáuticos construídos na França.  

1890

- O pai torna-se hemiplégico e vende a fazenda.

1891

- Aos 18 anos, viaja com a família para a França, a bordo do vapor Elbe, onde o pai pretende curar-se da hemiplegia freqüentando as termas de Lamalou-les-Bains.

- NOV, - Visitando com o pai, em Paris, uma exposição de máquinas no Palácio da Indústria, descobre um motor a petróleo.

- NOV, - Pelo vapor Portugal, regressa com a família ao Brasil e vai residir numa casa da rua Helvetia, em São Paulo.

1892

- É emancipado pelo pai, no 3.º Tabelião de Notas da cidade de São Paulo, que também lhe entrega uma fortuna em títulos.

- MAY, - Acompanhado dos pais, volta à Europa, onde pretende estudar em Paris. Mas Henrique Dumont, chegando a Portugal, sente-se pior de saúde e volta ao Brasil.

- Começou os seus estudos em Paris com o Professor Garcia, os quais se prolongaram até 1896.

- AGO, 30. - O pai falece no Rio de Janeiro.

- SET, - Fixa residência em Paris, na Rua d'Edimbourg nº 26

- NOV, 20. - Parte da Europa para o Brasil, no vapor "Orénoque"

- DEZ, 06 - Chegou ao Rio de Janeiro.

1893

- JAN, - De regresso em Paris

- Promove, no velódromo de Parc des Princes uma corrida de mototriciculos.

1894

- Freqüenta como aluno-ouvinte a Universidade de Bristol, na Inglaterra.

1896

- Descobre, numa livraria do Rio, o livro de Lachambre e Machuron: Andrée au Pôle Nord en Ballon

- Realizou estudos na Inglaterra, na Universidade de Bristol

1897

- Depois de uma visita ao Brasil, regressou a Paris, onde tinha fixado residência.

- Comprou um automóvel "Panhard", com o qual foi de Paris a Nice em 54 horas de viagem.

- Para experimentar um motor a explosão de dois cilindros que havia construído, adaptou-o a um triciclo com o qual acompanhou uma parte da corrida de automóveis entre Paris e Amsterdã

1898

- MAR, Volta a Paris e voa pela primeira vez num balão esférico, pertencente à firma Lachambre et Machuron. saindo do Parque de Aerostação de Vaugirard em Paris e descendo nos terrenos do Chateau de La Ferrière, propriedade de Alphonse de Rotschild

- MAI, 30. - Ascensão aerostática noturna na qual o balão de Santos=Dumont foi envolvido por uma tempestade; partida de Pérone e descida próximo a Narnur, na Bélgica

- JUN - Quinta ascensão em balão livre e a primeira em que ele levou passageiros: o Barão de Beville e Mademoiselle De Forest; o balão, de 1.000 metros cúbicos, partiu do Parque de Aerostação de Vaugirard em Paris e, quatro horas depois, desceu em Vincennes

- JUL, Encomenda à mesma firma um pequeno balão para seu próprio uso, a que dá o nome de Brasil.

- Constrói o seu primeiro balão dirigível, o Santos Dumont nº 1.

- SET, 18. Primeira experiência com o SD. nº 1.no Jardim da Aclimação, em Paris; primeira vez que um motor a explosão interna, adaptado a um veículo aéreo, funcionou no ar.

- SET, 20 - Segunda experiência com o balão dirigível n.º 1, partindo do Jardim da Aclimação e indo até o Bois de Boulogne onde foi obrigado a descer no Campo de Bagatelle devido ao mau funcionamento da bomba de ar do balonete

- OUT, 25. - Ascensão realizada em balão livre; a ascensão, que durou horas, iniciou-se em Paris e terminou em Vicarnes, próximo a Chantilly ("La France" - Bordeaux - 26 OUT, - Fundação do Aeroclube de França.

1899

- JAN, 30 - Chegada a Nice, vindo de Paris, tendo se hospedado no "Cosmopolitan Hotel"

- JAN, 31. - Se inscreveu na "Taça dos Aeronautas", uma competição de balões livres.

- MAR, 15. - Notícia sobre a inscrição de Santos Dumont numa corrida de automóveis a ser realizada, no dia 21 de março, com o percurso Nice - Castellanes - Nice

- MAR, 24. - Na corrida de automóveis Nice - La Turbie, Santos Dumont tirou o 3.º lugar

- ABR, 15. - Realização no Automóvel Clube de Paris do "almoço das apostas", no qual Santos Dumont apostou que, antes de 31 de maio de 1899, desceria com o seu balão dirigível no terraço do Automóvel Clube

- OCT, 20. - Criação do "Aero Club de France ", primeira instituição aeronáutica do mundo. Criada por: Hanry de La Vaulx, Henri de La Valette, Albert de Dion, Leon Serpollet, Ernest Archdeacon, Henry Deutsch de la Meurthe e Albert de Dion, pouco despues tambem Alberto Santos Dumont.

1899

- MAY, 11. Ensaio fracassado com o SD. nº 2 que se dobra ao meio no momento da elevação.o balão chocou-se contra as árvores, danificando-se.

- JUN, 12 - Foi realizada a competição denominada "Taça dos Aeronautas", para balões livres, na qual Santos=Dumont tirou o 4.º lugar,permanecendo 22 horas no ar. pilotando o balão América" de 1.800 metros cúbicos; o balão de Santos=Dumont desceu a 325 quilômetros do ponto de partida ("Jardim des Tuileries"), enquanto que o vencedor, o Conde de La Vaulx, desceu a 390 quilômetros.

1899

- JUN, 25 - Ascensão no balão livre "Aero Club", partindo do "Jardim des Tuileries", em Paris, onde se realizava uma exposição de automóveis

- JUN, 29 - Realizou uma ascensão com o balão livre "Brasil". de sua propriedade, tendo partido do "Jardin des Tuileries", onde se realizava uma exposição de automóveis, e tendo descido em Sevran ; nessa ascensão Santos=Dumont levou apenas 7 quilogramas de lastro

- JUL, 06 - Ascensão com o balão livre "Aero Club", tendo descido em Melun

- NOV, 13. No SD. nº 3 faz uma feliz ascensão, Parque de Aerostação de Vaugirard, contornando a torre Eiffel pela primeira vez, descendo no Parc des Princes.

- NOV, 20. - Ascensão com o balão dirigível n.º 3, tendo descido em Ivry

- MAR, 22. - Inicio da construção do balão dirigível n.º 4

1900

- MAR, - A Comissão Científica do Aeroclube da França institui o Prêmio Deutsch, oferecido por Henri Deutsch de la Meurthe, empresário ligado ao refino do petróleo e grande incentivador da aviação.

- MAR, 29. - Ascensão no balão livre "Centauro", partindo de Nice e descendo, no meio de uma violenta tempestade, em Vallouns: o balão foi submetido a um desastroso "arrastamento' ao chegar no solo, tendo o invólucro do Balão se dilacerado de encontro às árvores.

- JUN, - Finaliza a construção de seu hangar em Saint- Cloud, no parque de aerostação do Aeroclube da Franca.

- AGO, 01. Termina a feitura do balão dirigível n.º 4

- SET, 19 - Experiência com o balão dirigível n.º 4 em Saint Cloud, tendo se quebrado o leme de direção; essa experiência foi feita na presença dos membros do "Congresso Internacional de Aeronáutica.

- DEZ, 16. - Achava-se em Nice, curando-se da pneumonia adquirida com as experiências do balão dirigível n.º 4. O aeronauta, sentado num selim de bicicleta recebia em cheio o vento da hélice tratora ...

- A Comissão Científica do Aeroclube concede-lhe o Prêmio de Encorajamento, de 4 mil francos. Com o dinheiro do prêmio, instituiu o Prêmio Santos Dumont, como incentivo aos pesquisadores da aerostação de dirigíveis.

- MAR, 29. - Ascensão no balão livre "Centauro", partindo de Nice e descendo, no meio de uma violenta tempestade, em Vallouns: o balão foi submetido a um desastroso "arrastamento' ao chegar no solo, tendo o invólucro do Balão se dilacerado de encontro às árvores. <

1901

- JUL, 12. - Circula a Torre Eiffel com o dirigível nº 5, na primeira tentativa de conquistar o Prêmio Deutsch

- JUL, 13. - Concorrendo ao Prêmio Deutschde la Meurthe, de 100 mil francos, ao contornar a torre Eiffel um golpe de vento violento o atira contra as árvores do parque Rothschild.

- AGO, 8. - Insistindo na prova Deutsch, o balão perde gás e vai cair, explodindo sobre as paredes de um edifício do Trocadero. Preso às cordas e à quilha do balão, é retirado, ileso, pelos bombeiros.

- OUT, 19. - No SD.nº 6 ganha o Prêmio Deutschde la Meurthe, partindo de Saint-Cloud, contornando a torre Eiffel e voltando ao ponto de partida no espaço de 29 minutos e 30 segundos (30 minutos era o tempo estipulado para a prova).. Realiza a prova diante da Comissão do Aeroclube da França

1902

- JAN, 29. - Sobe no nº 6 em Monte Carlo, onde passa uma temporada naquela cidade, a convite do príncipe Dino/Alberto I??, que mandou construir no bulevar de La Condamine um aeródromo e hangar para suas ascensões com o dirigível nº 6.

- FEV, 14. - Acidente com o nº 6, que só sobra nas águas da baia de Mônaco.

- Visita Londres, Nova York e São Luís.

- Falece, em Portugal, sua mãe, d. Francisca Santos Dumont.

- ABR, - Viaja aos Estados Unidos, onde visita os laboratórios do inventor Thomas Edison, em Nova York, e é recebido na Casa Branca, em Washington, pelo Presidente Theodore Roosevelt.

- MAY, - Em Londres, tem o invólucro de seu dirigível nº 6 rasgado por sabotagem no"Crystal Palace".

- Projeta o dirigível nº 7, chamado de La Balladeuse

- O dirigível nº 8  - Santos Dumont não gostava do Número 8, pula e vai para o 9

- Constrói, neste ano também, os dirigíveis nºs 9 e 10.

1903

- JUL, 14. - No dirigível nº 7, toma parte na grande parada militar em Longchamps, Sobrevoa, com o dirigível nº 9, a formatura militar em Longchamps, Paris, durante as comemorações do 14 de julho, data nacional francesa. 9 ou 7 ????

- Finaliza a construção do novo hangar em Neuilly, Paris.

- Faz os primeiros ensaios com o dirigível nº 9 e com ele, posteriormente, muitas ascensões.

1904

- Escreve Dans l Air (Os Meus Balões). Recebe do governo francês a comenda de Cavaleiro da Legião de Honra.

1905

- Escreve artigo para a revista Je Sais Tout. {Ce que je ferai, ce que l’on fera}

- Constrói o dirigível nº 10, chamado dirigível-ônibus, com capacidade para dez passageiros.

1904

J- UN, - Chega aos Estados Unidos, para participar da corrida de dirigíveis de Saint-Louis, mas sofre ação criminosa de sabotadores, que inutilizam o invólucro do seu dirigível nº 7.

1905

- Projeto do DIRIGIVEL SD.nº 11.

- Projeto do um monoplano bimotor, e o nº 12, um helicóptero, mas não os conclui.

- AGO, - Ascensão, em Trouville, do SD.nº 14. Numa corrida de lanchas na Cote d'Azur, toma conhecimento do motor "Antoinette", e conhece o seu fabricante, Levasseur.

1906

- Santos Dumont nº 12, helicóptero, 2 hélices. - Santos Dumont nº 14.

- Constrói um tipo de aeroplano aquático, com asas do tipo do papagaio celular de Hargrave. Experimenta o aparelho como planador, conseguindo, para isso, prende-lo a uma corda e esta a um barco-automóvel, que o impulsiona.

- Constrói novo aparelho um biplano e para testar seu equilíbrio e direção, prende-o sob o dirigível
nº 14, desprendendo, depois, deste. Mas o biplano fica conhecido por 14-Bis.

- SET, 7. - Campo de Bagatelle. Consegue elevar-se no biplano por um segundo.

- SET, 13. - Campo de Bagatelle. Faz no biplano (14-Bis) um pequeno vôo de 8 metros.

- SET, 30. - Participa da Taça Gordon Bennet para balões livres, mas ferindo o braço numa transmissão teve que aterrissar perto de Bernay.

- OUT, 23. - Campo de Bagatelle. Consegue elevar-se do solo a uma altura de cerca de um metro e a uma distância de 60 metros, ganhando a Taça Archdeacon, ofertada ao piloto que em sua máquina, e por seus próprios recursos, conseguisse voar através de um percurso de 25 metros.

- NOV, 12. - Campo de Bagatela. Novamente pilotando o seu 14-Bis consegue voar 220 metros. Estabeleceu os primeiros recordes de aviação do mundo.

1907

- MAR, 21. - Sobe o nº 15, biplano do tipo celular.

- ABR, 4. - O 14-Bis é inutilizado em desastre.

- AGO, 10. - Sobe no balão "Aigle" com pilotos do Aeroclube de França e os amigos brasileiros Antônio Prado Júnior e senhora, D. Eglantina.

- Constrói o monoplano nº 19.

- Constrói novo monoplano, nº 20, conhecido por Demoiselle.

1908

- Exposição da Demoiselle no Salão da Aeronáutica.

1909

- Passeia com sua Demoiselle pelos céus da França.

1910

- Deixa de voar. Seu ultimo vôo como piloto aconteceu o 4 de janeiro de 1910 e não em 1909 como descrito em diversas biografias, nessa data ele teve um serio acidente com o demoiselle.

1913

- É erguido em Saint-Cloud monumento em sua homenagem.

1914/15

- Passa-o entre Brasil, Europa e novamente Brasil. A convite dos Estados Unidos viaja para Washington, para participar de um congresso científico.

1916

- Parte para o Chile a fim de participar de Conferência Pan-Americana a realizar-se em Santiago. JUL, - Vai à Argentina, para o centenário da Assembléia de Tucuman.

1917

- Em Petrópolis constrói a casa "A Encantada".

1918

- O sítio de Cabangu, em Minas Gerais, lhe é doado pelo governo brasileiro.

- Na Encantada escreve o livro O que eu Vi, o que nós Veremos.

1919

- SET, - , Visitou Guaiaquil e Quito, seguido depois em direção ao porto de Calláu no Peru.

1920

- Volta a Paris.

1922

- Manda erguer um túmulo para seus pais e para si mesmo, no Cemitério de São João Batista, do Rio de Janeiro. O túmulo é uma réplica do Ícaro de Saint-Cloud.

1924

- Paris. Brasil. Novamente torna a Paris.

1926

- Interna-se no sanatório de Valmont-sur-Territet, na Suíça.

1927

- Passa algum tempo na aldeia de Glion, Suíça. Volta à França.

1928

- Volta ao Brasil pelo Cap Arcona. Desastre com o avião que lhe vem dar as boas-vindas à entrada da barra, ele cancela todas as comemorações.

- Volta para a França.

1929

- Recebe do governo francês a comenda de Grande Oficial da Legião de Honra.

1930

- Interna-se na casa de saúde de Preville, em Orthez, nos baixos Pireneus.

1931

- Sanatório de Biarritz. Volta definitiva ao Brasil.

- A Academia Brasileira de Letras o elege para ocupar a cadeira nº 38, vaga pelo falecimento do romancista Graça Aranha. Não chegou a tomar posse e, em seu lugar foi escolhido o escritor Celso Vieira.

1932

- JUL, 23. Morre em Guarujá, São Paulo, aos 59 anos.

- JUL, 31. A cidade de Palmira muda seu nome para Santos-Dumont.

- DEC, 23. Seu corpo e enterrado no Cemitério São João Batista no Rio de Janeiro,apos ter ficado por quase 6 meses guardado em alguma urna funerária paulista.

1959

- SET, 22 – foi-lhe concedido o posto honorífico de Marechal-do-Ar e seu nome continuou a encabeçar a lista de oficiais-aviadores, no Almanaque do Ministério da Aeronáutica.