Brasília

1. INTRODUÇÃO  
Distrito Federal (Brasil), unidade atípica da federação brasileira, tem 5.782,88 km2 e um dos menores territórios autônomos do Brasil, onde se situa, além de outras, a cidade de Brasília, inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então Presidente da República, Juscelino Kubitschek, como capital do país, com 473,03 km2.

HISTÓRIA

Ano de 1.818 - Hipólito José da Costa, exilado em, Londres, editava o Correio Braziliense, um jornal de 170 páginas que mandava todos os meses para o Brasil, dizia que não dava certo a capital da república, localizar-se a beira mar, exposta a todo tipo de ataque.

1.821 - Paulo Parmiro diz sugerir na Constituinte, que a capital saísse do Rio e fosse para o centro do Brasil. Com o nome de Pedrália.

1,822 - O deputado José Bonifácio de Andrade e Silva, retorna ao Brasil, dizendo também que a capital não dava mais para ser no Rio de Janeiro. Propôs que a capital fosse transferida para as vertendes do rio São Francisco, no Planalto Central e que a cidade se chamasse Brasília ou Petrópole.

1.823 - Na constituinte, o deputado José Bonifácio, sugeriu a criação da nova capital no Planalto Central. Só não foi aprovada porque o Imperador deu um golpe e fez a sua própria constituição.

1.891 - O senador baiano Virgílio Damásio e o deputado Paulista Lauro Muller, apresentam a emenda, aprovada: "A capital do país será transferida para o Planalto Central..."

1.892 - Floriano Peixoto criou e enviou até o Planalto Central, a missão Cruls, chefiada pelo cientista Luís Cruls, com mais 26 pessoas.

Veio Prudente de Morais e extinguiu a comissão. A constituição de 34 manteve a decisão Republicana de 91.

1.922 - O senador Chermont de Brito, propôs a colocação da pedra fundamental da capital. Foi aprovada e colocada perto de Planaltina a 50km de Brasília, que esta lá até hoje.

1.948 - O presidente Dutra, enviou para o Planalto Central, José Pessoa, irmão de Epitácio Pessoa, juntamente com seu auxiliar o coronel Ernesto silva, para iniciar os estudos para escolher o local para a instalação da nova capital.

Sai Dutra e entra Getúlio que manteve o marechal Pessoa e o coronel Ernesto Silva. Veêm que o lugar mais alto e apropriado de toda a região, era o Sítio Castanho, localizado na Fazenda Bananal, uma Sesmaria de um espanhol chamado Pelez, mais tarde o sogro do governador Joaquim Roriz.

No centro do sítio, onde é hoje o bairro Cruzeiro, perto do Memorial JK e do Palácio Buriti, José Pessoa e Ernesto Silva, plantaram a primeira cruz e puseram a Pedra Fundamental. O marechal queria o nome de Vera Cruz.

Morreu Getúlio, entrou Café Filho, o marechal Pessoa solicita ao presidente a decretação de Utilidade Pública, uma área um pouco mais de 5.000km². Mas Café filho não assina.

O marechal vai até o governo estadual de Goiás, e o governador José Ludovico assina a desapropriação.

1.955 - O governador José Ludovico constroe um aeroporto de 2.700m onde é hoje a Rodoferroviária.

4 de abril de 1.955 - Num comício de Jataí em Goiás, o então candidato a presidente, Juscelino Kubitschek, promete cumprir a constituição e construir Brasília.

19 de setembro de 1.956, é aprovada no Congresso, a construção de Brasília em uma votação apertada, tendo sido aprovada no desempate por Ademar de Barros.

02 de outubro de 1.956 - Em dois aviões com ministros e assessores, Juscelino Kubitschek desce no precário aeroporto que hoje é a Rodoferroviária e faz o histórico discurso:

"Deste Planalto Central, nesta solidão que em breve será o cérebro das decisões nacionais.... Estamos aqui para construir a Capital administrativa do país e o novo pólo de desenvolvimento do Planalto Central e do Centro-Oeste".

Com um empréstimo de 500 contos no Banco de Minas Gerais, é construído o Catetinho, residência oficial do Presidente Juscelino Kubitschek.

E Juscelino Kubitschek está lá, de pé, sobre o "Memorial JK", mão direita para o infinito, vendo a capital que nasceu de seus sonhos, sua garra e sua grandeza.

A cidade de Brasília foi projetada por Lúcio Costa, vencedor de um concurso internacional, com o projeto que sugere um corpo de avião e a definição do projeto arquitetônico foi dado por Oscar Niemeyer. Em 7 de dezembro de 1987 Brasília foi considerada pela UNESCO patrimônio histórico da humanidade. Brasília, como cidade sede do governo da república, abriga as residências oficiais das representações internacionais e apresenta um expressivo desenvolvimento na área educacional. Além da Universidade de Brasília, modelo pedagógico da década de 1960, possui 7 universidades particulares.

O Distrito Federal e Brasília são pólos de atração turística, não só pelo seu traçado urbano e sua arquitetura, pela beleza dos palácios oficiais da administração pública – palácio da Alvorada, palácio do Itamaraty, por exemplo – mas pelas inúmeras grutas calcáreas e cachoeiras próximas à cidade, que constituem zonas aprazíveis de acampamento.

Mais Informações geográficas e demográficas.